Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘diagrama’

TÉCNICA – Conserto e funcionamento de raquete mata-mosquitos

19 de agosto de 2019 Deixe um comentário
Fig. 1 – Raquete eletrônica, que mata mosquitos por eletrocução (Obs.: esta é uma fotomontagem, os mosquitos são eletrocutados somente quando se aproximam ou encostam na malha interna da raquete, não tenha medo dela...).

Fig. 1 – Raquete eletrônica, que mata mosquitos por eletrocução (Obs.: esta é uma fotomontagem, os mosquitos são eletrocutados somente quando se aproximam ou encostam na malha interna da raquete, não tenha medo dela…).

Parece uma perda de tempo consertar um aparelho tão barato quanto uma raquete eletrônica mata-mosquitos (fig. 1), se considerarmos somente o valor de compra. Mas, se você quiser saber como funciona…

Dentro da raquete há um interessante circuito gerador de alta tensão, que vale a pena conhecer. Saber como trabalha um circuito tão simples, ajuda na prática a entender o comportamento de cada componente do circuito, além de desmistificar um pouco os indutores e o mundo da alta tensão. Podemos inclusive compreender o funcionamento de circuitos semelhantes, como os “ladrões de joule” (joule thief), que conseguem ligar LEDs com uma pilha gasta.

O texto mostra o que são as pilhas de ions de lítio, os cuidados e os perigos, e como uma delas foi adaptada na raquete, com um circuito de proteção, para carregar por cabo USB. Também falamos sobre alguns modelos de mata-mosquitos eletrônicos, para uso fixo, muito interessantes para pessoas idosas.

Leia mais…

Anúncios

PROJETO – Fonte de alimentação CC profissional 0-40V, 0-4A

12 de junho de 2014 214 comentários

Fig 00 – Aparência final da fonte de bancada.

Quando queimou minha fonte CC ajustável de bancada, de construção artesanal, pensei em comprar uma nova, mas o custo de um equipamento de qualidade me fez optar novamente pelo “faça você mesmo”. Vasculhei muitos artigos de eletrônica, em busca de uma fonte com boa relação custo-benefício e que utilizasse peças de fácil reposição. 

A intenção era dispor de uma fonte melhor, pois a anterior tinha um problema chato, que era a elevação da tensão de saída após o desligamento. Daí lembrei de uma antiga revista Elektor, onde encontrei o projeto desejado.

Conto aqui como foram feitas a montagem e as pequenas alterações no circuito, que entrega de 0 a 40V CC, com controle de corrente de 0 a 4A. Tem proteção total contra curtos-circuitos e compensação para a queda de tensão nos cabos.

É uma fonte de bancada de ótima qualidade, confiável, que utiliza componentes corriqueiros e baratos e dispõe de mais recursos que a maioria das fontes comerciais.

Leia mais…

TÉCNICA – Conheça e conserte os reatores eletrônicos das fluorescentes

10 de outubro de 2013 113 comentários
Figura 1 – Placas de circuito impresso de reatores eletrônicos de fluorescentes.

Figura 1 – Placas de circuito impresso de reatores eletrônicos de fluorescentes.

O aparecimento dos reatores eletrônicos para lâmpadas fluorescentes é relativamente recente. Utilizados primeiramente nas fluorescentes tubulares, logo depois foram incorporados às lâmpadas fluorescentes compactas (LFC). 

Hoje, estão extremamente difundidos e encontrar um reator convencional (eletromagnético), feito de ferro-silício e cobre, é muito difícil. Pretendo neste post mostrar o princípio de funcionamento destes circuitos, que são um tipo específico de fonte chaveada. Também serão analisados diversos modelos de reatores eletrônicos encontrados no comércio, assim como fornecidas dicas para sua manutenção, com base na experiência adquirida.

Leia mais…

TÉCNICA – Conserto do carregador Force Line 248

20 de novembro de 2012 10 comentários
Figura 1 – Placa de circuito impresso do carregador, já consertado.

Figura 1 – Placa de circuito impresso do carregador, já consertado.

Hoje abordo os procedimentos envolvidos para levar a cabo a manutenção de um carregador de baterias de chumbo-ácido de 12V. O carregador é um modelo antigo da Force Line, o 248, que vinha numa caixinha pequena em formato de paralelepípedo.

O aparelho tinha sido ligado invertido a uma bateria, o que parece ter sido a causa do problema. Para facilitar o entendimento, foi desenhado o esquema da parte defeituosa. O princípio de funcionamento do carregador, aqui explicado, provavelmente servirá para modelos mais recentes ou de outros fabricantes, quando utilizam carregadores de fonte chaveada.

Leia mais…