Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘características’

DICA – Ajuste de corrente para o carregador “Nikon” MH-61

1 de maio de 2018 4 comentários
Figura 1 – Carregador “Nikon” MH-61 e baterias EN-EL5.

Figura 1 – Carregador “Nikon” MH-61 e baterias EN-EL5.

O carregador externo MH-61 é utilizado nas baterias de íons de lítio modelo EN-EL5 (figura 1), que são a fonte de energia de diversos modelos de máquinas fotográficas da Nikon, como Coolpix P90, P100, P500, P510, P520, P530 e P6000, segundo o fabricante.

Mas, após completada a carga, muitas vezes aconteceu da bateria ficar estufada. Para resolver o problema, foram trocados alguns componentes na placa do carregador.

A Nikon informa menos modelos de máquinas compatíveis com a bateria EN-EL5 do que os vendedores na internet. Um deles diz que essa bateria serve nas Nikon Coolpix 3700, 4200, 5200, 5900, 7900, P3, P4, P5000, P5100, P6000, P80, P90, P100, P500, P510, P520, P530 e S10.

Leia mais…

Anúncios

DICA – Revivendo o servidor Dell Power Edge 2950

5 de fevereiro de 2017 4 comentários
Figura 1 – Painel frontal do servidor Dell Power Edge 2950.

Figura 1 – Painel frontal do servidor Dell Power Edge 2950.

O servidor Dell Power Edge 2950 é um tanto antigo, mas ainda presta muitos serviços pelo mundo afora (figura 1). No nosso caso, dois equipamentos apresentaram quase ao mesmo tempo problema idêntico: não inicializavam. O pequeno display no painel mostrava, intercaladamente, os erros:

– E1000 FAILSAFE, CALL SUPPORT

– E1216 3.3V PwrGd

– E1218 PCI Rsr 5V

É um problema de solução simples, a troca de um capacitor. Mas não é tão fácil quanto parece.

Conheça os métodos utilizados para efetuar a substituição e as características requeridas dos capacitores eletrolíticos para circuitos digitais. E saiba como utilizar os modernos capacitores de polímero condutivo sólido.
Leia mais…

PROJETO – Fonte de alimentação CC profissional 0-40V, 0-4A

12 de junho de 2014 180 comentários

Fig 00 – Aparência final da fonte de bancada.

Quando queimou minha fonte CC ajustável de bancada, de construção artesanal, pensei em comprar uma nova, mas o custo de um equipamento de qualidade me fez optar novamente pelo “faça você mesmo”. Vasculhei muitos artigos de eletrônica, em busca de uma fonte com boa relação custo-benefício e que utilizasse peças de fácil reposição. 

A intenção era dispor de uma fonte melhor, pois a anterior tinha um problema chato, que era a elevação da tensão de saída após o desligamento. Daí lembrei de uma antiga revista Elektor, onde encontrei o projeto desejado.

Conto aqui como foram feitas a montagem e as pequenas alterações no circuito, que entrega de 0 a 40V CC, com controle de corrente de 0 a 4A. Tem proteção total contra curtos-circuitos e compensação para a queda de tensão nos cabos.

É uma fonte de bancada de ótima qualidade, confiável, que utiliza componentes corriqueiros e baratos e dispõe de mais recursos que a maioria das fontes comerciais.

Leia mais…

LEDs – Como ligar, sem queimar

11 de abril de 2013 183 comentários
Figura 1 – Características dos diodos e LEDs.

Figura 1 – Características dos diodos e LEDs.

Atualmente, os LEDs (Light-Emitting Diodes, ou Diodos Emissores de Luz), especialmente os de cor branca, estão ganhando terreno muito rápido, em função da praticidade de uso e da economia de energia. Após revolucionarem a área de sinalização, começam a entrar no ramo da iluminação.

O preço dos LEDs brancos tem caído continuamente, possibilitando a utilização para decoração de ambientes e produção de vários itens de consumo, como lâmpadas, abajures, lanternas e luzes de emergência. Também podem ser encontrados painéis e tiras de LED, adaptáveis aos mais diversos usos. E estamos apenas no começo desta nova era tecnológica, pois já estão comercialmente disponíveis LEDs para corrente alternada (Cree, Luxeon, Samsung, etc.) e painéis OLED (Organic LED, da Verbatim).

Por ser uma tecnologia recente, turbinada pela ânsia dos fabricantes em definir a sua fatia no mercado, assistimos a uma inundação de produtos de baixa durabilidade – para dizer o mínimo. Para reduzir o preço dos equipamentos que utilizam LEDs brancos, o seu acionamento é simplificado ao extremo.

Por isso, os equipamentos de LEDs mais baratos tem sérios problemas, pois tendem a queimar com pouco tempo de uso. Neste artigo, abordo como os LEDs brancos são fabricados e quais os requisitos necessários para energizá-los com segurança, utilizando como exemplo uma luminária de mesa.

Leia mais…