Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Samsung’

LEDs – Como ligar, sem queimar

11 de abril de 2013 190 comentários
Figura 1 – Características dos diodos e LEDs.

Figura 1 – Características dos diodos e LEDs.

Atualmente, os LEDs (Light-Emitting Diodes, ou Diodos Emissores de Luz), especialmente os de cor branca, estão ganhando terreno muito rápido, em função da praticidade de uso e da economia de energia. Após revolucionarem a área de sinalização, começam a entrar no ramo da iluminação.

O preço dos LEDs brancos tem caído continuamente, possibilitando a utilização para decoração de ambientes e produção de vários itens de consumo, como lâmpadas, abajures, lanternas e luzes de emergência. Também podem ser encontrados painéis e tiras de LED, adaptáveis aos mais diversos usos. E estamos apenas no começo desta nova era tecnológica, pois já estão comercialmente disponíveis LEDs para corrente alternada (Cree, Luxeon, Samsung, etc.) e painéis OLED (Organic LED, da Verbatim).

Por ser uma tecnologia recente, turbinada pela ânsia dos fabricantes em definir a sua fatia no mercado, assistimos a uma inundação de produtos de baixa durabilidade – para dizer o mínimo. Para reduzir o preço dos equipamentos que utilizam LEDs brancos, o seu acionamento é simplificado ao extremo.

Por isso, os equipamentos de LEDs mais baratos tem sérios problemas, pois tendem a queimar com pouco tempo de uso. Neste artigo, abordo como os LEDs brancos são fabricados e quais os requisitos necessários para energizá-los com segurança, utilizando como exemplo uma luminária de mesa.

Leia mais…

Anúncios

TÉCNICA – Conserto de impressora Samsung ML-3051ND

15 de janeiro de 2013 26 comentários
Figura 1 – Impressora Samsung ML-3051ND.

Figura 1 – Impressora Samsung ML-3051ND.

DEFEITO: queimou ao ser ligada em 220V

Este problema é comum em muitas impressoras porque há o costume de vendê-las no Brasil com a tensão de entrada de rede de 127V CA, sem bivolt automático.

É um absurdo, pois a rede elétrica somente tem este valor de tensão em algumas capitais brasileiras. No restante do país, a rede é 220V CA. Claro, uma fonte com bivolt automático aumentaria o custo do equipamento (principalmente por causa da alimentação do fusor), e como não é obrigatória…

Nos escritórios, mesmo que ainda sejam instalados “estabilizadores”, que rebaixam a tensão da rede, de 220V para 120V ou perto disso, volta e meia algum distraído espeta o plugue na tomada de 220V e dá “aquele” estouro. E lá fica ele, de olhos arregalados, segurando o cabo e pensando como irá pagar uma nova impressora ao chefe…

Leia mais…