Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘resina’

TÉCNICA – Conserto de aleta direcionadora de ar condicionado split

16 de janeiro de 2017 2 comentários
Fig 1 - Ar condicionado tipo split Midea 9000 BTUs.

Fig 1 – Ar condicionado tipo split Midea 9000 BTUs.

Atualmente, os aparelhos de ar condicionado split (divididos) estão popularizados, pois são práticos, silenciosos e não requerem uma abertura exclusiva na parede, como os aparelhos integrados. Outra vantagem é a instalação alta, propícia para climas quentes, pois o ar frio que sai do aparelho é mais pesado e assim ele é distribuído de modo mais uniforme no ambiente.

Todo ar condicionado é uma bomba de calor: retira calor de um lado e coloca em outro. Quando se quer esfriar um ambiente, o calor é bombeado para fora da peça (é assim que “esfria”).

O ar condicionado split é composto por duas partes: a externa, chamada de condensadora e a interna, a evaporadora. Elas são interligadas por um conjunto de tubos e fios, isolados termicamente. A unidade evaporadora tem aletas que direcionam o fluxo de ar conforme desejado.

Muitas vezes, essas aletas quebram. Elas também são conhecidas como pás, lâminas, palhetas ou vanes. Vane é o termo em inglês que nomeia a pá de qualquer hélice, propulsor ou cata-vento, que movimenta-se devido à pressão do ar ou líquido sobre ela. Wheater vane, por exemplo, é aquele galo que aponta a direção do vento, colocado na rosa dos ventos e nas chaminés de antigas casas (aqui é conhecido por galo dos ventos ou galo de chaminé).

A aleta geralmente quebra na conexão com o motor que a movimenta. Era o caso do ar condicionado da figura 1. A aleta de baixo não se mexia mais, pois havia sido forçada manualmente. Demonstro neste post uma técnica muito simples para consertar a aleta, que inclusive a reforça.
Leia mais…

Anúncios

TÉCNICA – Conserto de plugues NBR em fontes e conversores

1 de novembro de 2012 2 comentários

 

Figura 1 – Fonte desmontada, com os pinos da rede elétrica quebrados.

Figura 1 – Fonte desmontada, com os pinos da rede elétrica quebrados.

Tenho notado, frequentemente, o descarte prematuro de pequenos conversores, carregadores de celular e fontes de alimentação de diversos equipamentos. Estas fontes chaveadas tem um plugue NBR moldado no seu corpo, com pinos isolados, ao estilo dos Europlugues (ver post anterior).

Ocorre que muitos destes plugues quebram, pois os seus pinos são do tipo isolado, mais frágeis que os pinos maciços (figura 1). Geralmente o plástico da pequena caixa que aloja o circuito não é flexível o bastante para tolerar um eventual mau uso. Como, por exemplo, puxar lateralmente a fonte, ainda encaixada na tomada, porque os pinos travaram lá dentro…

Leia mais…

TÉCNICA – Conserto em plásticos IV – Resina acrílica

31 de outubro de 2012 33 comentários

 

Figura 1 – Material necessário para trabalhar com resinas.

Figura 1 – Material necessário para trabalhar com resinas.

Continuando com a manutenção em plásticos, desta vez será abordada a utilização das resinas acrílicas autopolimerizantes, muito utilizadas por dentistas.

A odontologia desenvolveu (e continua a desenvolver) uma série de produtos que facilitam o trabalho e melhoram a prática da profissão. Trabalhar com os dentes, fazer reparos e criar peças novas, obrigou os dentistas a desenvolverem diversas soluções técnicas para seus problemas. Criaram-se ferramentas, equipamentos e substâncias que via de regra utilizam tecnologia de ponta. Esta tecnologia pode beneficiar outras áreas. As que necessitam de ferramentas delicadas e que trabalham com peças pequenas, como a eletrônica, são canditatas.

Leia mais…