Anúncios
Início > Eletrônica, Manutenção > Instalando falantes no Logan

Instalando falantes no Logan

5 de abril de 2012

Objetivo: instalar som no Renault Logan Authentique 2009/2010.  Veio com alto-falantes originais só nas portas dianteiras. O desempenho deixava a desejar. Depois de alguma pesquisa, a escolha recaiu nos Bravox de 5 polegadas. Estive indeciso entre Bravox e Selenium. Mas a Selenium não fabrica coaxiais de 5″ (em 2011). E não gosto de triaxias, tetraxiais, pentaxiais, o que seja, considero um modismo desnecessário. Tanto é verdade que hoje em dia, os melhores e mais caros kits são de apenas 2 vias…

Nos Bravox da linha CS, de 2 vias, pode-se escolher à vontade, tem para todos os gostos e bolsos. O sufixo muda conforme o material do cone, potência admissível e alguns outros detalhes: B, D, K, U, GT. Na linha dos coaxiais CX, tem menos opções. Quem quiser conferir, acesse o sítio do fabricante Bravox.

No meu caso, peguei a série B, mais em conta. Para as portas, um par de 2 vias (CS-50B), No tampão, um par de coaxiais (CX-50B). E resolvi montar sozinho os falantes, para continuar economizando. Daqui a algum tempo, talvez eu instale um subwoofer. Com estes 4 falantes o som ficou muito bem definido, mas faltam graves. Este tutorial, portanto, serve para instalar no Logan dois pares de alto-falantes de 5″, que irão cobrir com qualidade a faixa de médio-graves para cima.

Montagem dos alto-falantes dianteiros

Nas portas, é muito simples. Para abrir a tela original (do Logan Authentique 2010), encaixe na cavidade superior da grade uma chave de fenda. Ao forçar levemente para baixo e puxar para fora, a grade abrirá como uma dobradiça. Se já houver uma instalação prévia, deve-se utilizar uma chave tipo Torx para retirar os falantes originais.
O espaço é apertado para colocar estes Bravox. É necessário retirar a borracha que cobre o ímã deles e recortar o fundo dos nichos plásticos dos falantes, conforme as fotos a seguir. Também precisa colar uma tira de espuma na parte superior do ímã, pois ele fica encostando na moldura plástica. Sem a espuma o conjunto poderia vibrar.

Conexões

Como as conexões dos Bravox são incompatíveis com as da Renault, decidi fazer uma adaptação para manter a possibilidade de devolver os falantes originais ao carro. Retirei somente a capa dos fios, cuidando a polaridade e soldei dois fios curtos, montados previamente com conectores de encaixe (de 2 tamanhos diferentes) e isolados com espaguete termorretrátil. Mais abaixo, tem uma foto das emendas. O fio de cor salmão está isolado somente com fita auto-fusão, ao passo que o fio laranja já está pronto, com a camada de fita isolante. A fita auto-fusão é excelente para impedir a oxidação dos fios, pois veda completamente a junção. E a fita isolante comum completa a isolação, já que não é tão mole e não fica aderindo a tudo. As fitas isolantes utilizadas são da 3M.

2 tipos de fita isolante para a fiação

Furação para os tweeters

O lugar do tweeter foi escolhido depois de visitar a concessionária Renault e pedir para olhar uma porta com a moldura plástica retirada. Não tinha nenhum Logan aberto, mas tinha um Sandero. Como o acabamento dos dois modelos são parecidos, acreditei que as portas seriam semelhantes. Dei sorte. Na chapa interna da porta tem um furo pequeno, com uns 8 mm de diâmetro, por onde pode passar o fio do tweeter que vai para o crossover. A marca que aparece na foto mais abaixo identifica o lugar aproximado deste furo interno. Com isso, economizei um tempo precioso na instalação.

Escolhido o lugar do tweeter, furei o forro da porta com uma serra-copo de 32 mm de diâmetro (ou 1″ 1/4). Retiradas as rebarbas, passei o cabo do tweeter pelo furinho mencionado. Este fio cai por trás do alto-falante (é o fiozinho preto, que pode ser visto nas primeiras fotos). Ali, conectei o crossover, que foi envolvido com espuma, para não ficar batendo e arruinando o som. Os crossovers foram ligados diretamente aos terminais dos alto-falantes.  Lembrando que tais crossovers são apenas para os tweeters.  Os falantes são ligados direto.

Após tudo ligado e testado, montei o tweeter no lugar definitivo. No meu caso, ele encaixou certo, firme e sem folgas. Só dá para colocá-lo uma vez, já na posição certa. Não se consegue retirá-lo pela frente sem danificá-lo.

Para terminar, foi deitado o crossover no fundo da porta, parafusado o alto-falante e encaixada a grade.

Serra-copo ajustável

Furo para tweeter na porta dianteira

Localização aproximada do furo tweeter porta dianteira

Montagem dos alto-falantes traseiros

Para a montagem no tampão, a coisa complicou um pouco. Os falantes comprados não vem com tela, foi preciso adquiri-las separadamente. Consegui um par de telas da Ludovico, um tanto feias, mas robustas. Elas são de chapa metálica estampada, com furos quadriculados. Cada uma vem com 4 sapatas plásticas de fixação, que precisaram ter seus furos alongados para casar com os dos falantes.

Tela para falante traseiro Logan - tampão

Também foi necessário cortar o carpete do tampão, que esconde os furos dos falantes. Cortei com um estilete, mas ficou muito rente à lataria. Foi o jeito mais fácil, mas se tivesse deixado 5 mm de borda entre o carpete e a chapa as telas teriam ficado bem mais firmes.

Caminho das pedras (ou dos fios)

Após montados os alto-falantes no tampão, foram puxados os cabos. As fotos a seguir foram feitas entrando de cabeça no porta-malas. A primeira delas é do falante traseiro direito. O fio vem dele, junta com o traseiro esquerdo, é preso na lata com abraçadeira de nylon (rabo de rato) e segue para a frente. Os cabos foram passados pela lateral do motorista. Notem que há também uma ligação para os led’s instalados no porta-malas, mas isso é assunto para outro artigo.

Falante traseiro esquerdo tampão

Falante traseiro esquerdo (lado motorista) tampão

Banco traseiro levantado - passagem fios

A fiação veio do porta-malas, utilizando um conduíte do alarme e passou por debaixo do assento do banco traseiro, que teve de ser levantado. Dali, o fio seguiu em direção à vedação da porta traseira, no chão. Na saia, junto às aberturas das portas, só precisou afastar um pouco a borracha do carpete para enxergar uma pequena canaleta plástica. Esta canaleta está grampeada no carpete, e fica bem onde alguns passageiros costumam pisar para entrar no carro. O fio foi passado por debaixo dela.

Na coluna, retirei dois parafusos de uma peça plástica que vai até a âncora do cinto de segurança. Ela teve de ser desencaixada para acessar o local. Com uma lanterna, pode-se ver onde dá para passar o fio e onde o plástico encaixará novamente na lataria. Aqui é necessário um certo cuidado, para evitar problemas como passar o fio nesse encaixe, ou pior, parafusar o fio…

Painel removido da coluna lateral entre portas - lado motorista

Passagem fios falantes traseiros pela saia lateral

Na porta dianteira, depois de passar pela segunda canaleta grampeada no carpete, o fio segue até a alavanca da tampa do capô. Para facilitar, passei o cabo rente à borracha e por cima desta alavanca. Este trecho ficou um pouco aparente, como se vê na foto abaixo.

Passagem fios falantes traseiros junto alavanca capô

A seguir, soltei dois fixadores plásticos da peça de carpete que fica acima dos pedais. Um fixador fica à esquerda, logo abaixo da central de fusíveis e o outro fica direita, acima do acelerador. Uma extremidade desta peça de carpete é rebitada ao painel, na altura dos joelhos do motorista. Após soltar os 2 fixadores, pode-se abaixá-la para passar a fiação por cima dela. Com o autorrádio removido, é bom conferir com uma lanterna o lugar correto de passagem dos cabos, até a abertura no painel.

Adaptação da ligação original para o autorrádio

Infelizmente, por razões de economia, a Renault não disponibilizou no Logan Authentique 2010 uma espera para 4 alto-falantes. No conector fêmea original 16 vias, há somente 4 conexões para os falantes dianteiros. Os outros 4 furos deste conector estão vazios, sem fios. A solução foi procurar um conector novo em casas especializadas na venda de som automotivo. Em Porto Alegre, encontrei numa loja da Alberto Bins o conector exato. Venderam (em 2011) por R$16,90 o par de conectores fêmea 16 vias (um é para os falantes e outro para a parte elétrica). Interessante que neste conector cada fio tem sua função descrita, o que ajudou muito na instalação. Por exemplo, na foto a seguir o fio verde está com a inscrição “+LEFT REAR”. Precisa mais?

Fios do conector falantes já identificados de fábrica

Proteção de espuma para cabos no painel

Conclusão

Para não dar confusão, identifiquei cada fio com fita crepe e caneta de retroprojetor. Depois soldei e isolei as conexões com espaguete termorretrátil.  Fiz isso para evitar falhas e porque pretendo deixar a fiação no carro quando ele for vendido.  Após tudo ligado, conferido e testado, embalei em espuma a massaroca de fios e conectores e recoloquei com cuidado o autorrádio.

No meu caso, tenho um Philips CE-120 de 4 canais, com entrada para cartão SD e USB, sem CD. Estou satisfeito com o aparelho, ainda mais que veio com os conectores padrão 16 vias, de fábrica – foi só ligar e ouvir. A potência está na medida. O som ficou bem interessante, na faixa do médio-grave para cima. Mas a instalação poderá receber duas melhorias, para ficar um som completo:

– Colocação de um subwoofer, mas para isso preciso de tempo ($), pois para ficar bom tem que ter uma caixa selada bem construída e um amplificador com crossover ativo, fonte chaveada e ligação em ponte (que transforma 2 canais em 1);
– Troca das bobinas dos crossovers do sistema duas vias. As originais são montadas em núcleos de ferrite, para diminuir o peso e a quantidade de fio. Mas o som das bobinas de núcleo de ar é bem melhor. Nos coaxiais, sem chance, o divisor é embutido.

Boas ondas (sonoras)!

P.S. – Post Script

Um leitor comentou sobre o crossover da Bravox, que tinha a foto na galeria, mas não tinha sido publicada aqui.  Eu tinha escrito mais alguns parágrafos, mas não achei interessante publicá-los à época.  Faço-o agora como curiosidade.

Crossover para tweeter 12dB por 8a.

Crossover Bravox 2 vias

Por último, um elogio à Bravox. É o primeiro fabricante nacional que vejo colocar um capacitor de poliéster metalizado nos divisores de frequência de alto-falantes de médio custo. É sabido que os capacitores eletrolíticos, mesmo despolarizados, perdem sua capacitância com o tempo, ao contrário dos de poliéster metalizado. E muitos fabricantes preferem economizar nestes componentes, pois custam em média 10 vezes mais que os eletrolíticos.

Este crossover também tem uma chave para dosar a intensidade de agudos em dois níveis. Além disso, ele vem com um polyswitch, que é uma espécie de fusível rearmável, para proteger contra o excesso de potência. Show de bola (apesar das bobinas com núcleo de ferrite)!

Para quem quiser saber mais: é um divisor de 12dB/8a., com proteção, somente para a via de agudos.  Infelizmente, não encontrei o desenho do esquema com os valores,  reproduzo aqui o que pude deduzir da foto.  O capacitor tem a tensão de trabalho de 100V.

Anúncios
  1. silvio
    11 de novembro de 2014 às 17:26

    estou montando o meu som no logam da minha sogra so vendo as sua digas de como instalar um som auto motivo estou ecomisando muito dinheiro com as sua dicas muito obrigado

  2. 7 de abril de 2013 às 12:18

    Olá colega, por favor to montando um som num DUSTER, kit 2 vias , coaxial para tras, tudo bravox, porém nos terminais de ligaç~dos alto falnates tem divergencia da posição do NEG e do POSIT, isto acongtece mesmo ou foi soldado errado de fábrica? o do COAXIAL o positivo olhando de frente para os terminais está do lado esquerdo, axei estranho e fui ver os conectores do kit2vias e realmente está diferente um dou outro, pelo que eu saiba os conectores POSITIVOS quase sempre ficam do lado direito e o NEG lado esquerdo, podes me ajudar por favor,

    federalman@itelefonica.com.br FEITOSA SP CAPITAL

    • 7 de abril de 2013 às 22:59

      Olá, Luís, em princípio, a posição dos terminais não importa. Eventualmente, o fabricante pode estar utilizando bobinas com enrolamento diferente e precisou inverter a posição dos terminais. DICA, para saber a polaridade correta de qualquer alto-falante: Pegue uma pilha pequena e ligue nos terminais do alto-falante. A posição correta da pilha será quando ela fizer o cone sair para a fora da carcaça, ou seja, para a frente. Nesta posição, o positivo da pilha será o positivo do alto-falante.

  3. 21 de novembro de 2012 às 18:10

    Amigo, gostaria de saber se vc tem o esquema elétrico do som do Renault Logan 2011, eu comprei um som e adaptei em meu Celta, mas ele desliga a cada 10 minutos. Sei q é um pos chave mas não sei qual é o fio e tenho medo de queimar o som, fico grato se puder me ajudar. Mp3 com bluetooth.

  1. 8 de março de 2015 às 00:27
  2. 15 de janeiro de 2014 às 17:45
  3. 27 de setembro de 2012 às 15:28
Comentários encerrados.
%d blogueiros gostam disto: