Início > Vivendo > Juntador de coisas

Juntador de coisas

24 de novembro de 2011

Parece que tem cada vez mais gente juntando coisas, como eu.

É uma insegurança pelo futuro, não sei, alguma coisa que poderá faltar.

Quero ter agora tudo aquilo que ainda precisarei…

No final das contas, ficamos com um monte de coisas para arrumar,

mas nunca temos tempo ou vontade suficiente.

E as horas escorrem pelos dedos.

E ficamos mais velhos, e deixamos de fazer o que gostamos

só para poder cuidar do que juntamos.

Será que vale a pena?

 

  1. João Paulo
    24 de novembro de 2015 às 11:37

    Olá, Eusébio, partilhamos da mesma forma de pensar, inclusive, tenho repensado essa mania de acumular, tenho desapegado de muita coisa para que novas possam chegar, mas confesso que não tem sido fácil. Grande abraço!

  2. Christian Herbert Kulza
    9 de junho de 2015 às 21:03

    Olá. Como posso conseguir falar contigo? Tenho uma pergunta…Pode me passar seu fone fixo? É sobre um Projeto. Pois acabei de descobrir que vc é um Gênio.

    • 9 de junho de 2015 às 23:23

      Christian, todos os comentários são moderados. Eu leio antes cada um e decido se irei publicá-lo. Você pode mandar a pergunta através dos comentários, que responderei assim que for possível. Se for assunto particular, responderei diretamente ao seu e-mail.

  3. 7 de julho de 2013 às 20:10

    Primeiro, quero agradecer a você por esse maravilhoso trabalho, são pessoas assim como o Senhor que colocam o Brasil para frente, meus parabéns,
    me identifiquei muito com seu trabalho, pois sou como o Senhor, tenho prazer em consertar as coisas, sendo um chinelo ou um aparelho sofisticado. Mais uma vez, muito obrigado por esse espaço, se precisar de ajuda com seu site pode contar comigo, sou programador e terei o maior prazer em ajudar. Um abraço, fica com DEUS.

    • 8 de julho de 2013 às 00:41

      Olá, Eduardo, muito obrigado pelas palavras de apoio! Temos que seguir em frente, ocorra o que for, sempre de cabeça erguida, pois assim enxergamos mais longe…

  1. 8 de março de 2015 às 00:27
  2. 15 de janeiro de 2014 às 17:45
Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: